ASSINAMOS!!

Oi gente, tudo bem? Sumi, eu sei, mas tenho uma excelente desculpa para isso!
No dia 16/12 eu fui aprovada na primeira fase da OAB e começou a correria louca de estudar para a segunda fase, aí já fiquei de férias e fui passar uma semana na praia com o namorado e um casal de amigos, para dar aquela esfriada na cabeça e dia 14 voltei a trabalhar. Ufa!

No dia 21/12 nós assinamos o financiamento com a Caixa!! eeeeeee!!! Como esperamos por esse dia, nossa! Foi muito demorado (2 horas e meia esperando, rs), emocionante, e agora estamos aí, a 24 meses da conclusão da obra, se Deus quiser!

Vou colocar algumas fotos para ilustrar e eternizar esse momento!

Imagem

brumati_ (44)

A construtora lançou um hotsite com as fotos da obra, por enquanto é só um terreno, mas tá aí:ImagemImagemImagem

Beijos gente, até mais!

Retomando a toca…

Oi gente! A ideia da criação dese blog era dividir com vocês as descobertas e conquistas da Nossa Toca, mas como ainda não tínhamos uma toca para chamar de nossa, o blog foi ficando abandonado…

Como agora teremos novidades resolvi retomar o blog e fazê-lo ativo, com postagens frequentes, contando tudo o que for acontecendo, para servir de registro, auxílio e lembrança quando a Toca estiver pronta!

Bem vindos de volta!

 

Inox, alumínio, antiaderente, ferro, barro ou vidro?

Um dos itens mais importantes presentes na cozinha de uma casa é a panela. E é também uma das que mais causa dúvida na hora da compra, pela quantidade de opções disponíveis no mercado. Assim como qualquer outro utensílio doméstico é importante saber de que material é feita e se as peculiaridades de cada um atendem às necessidades da família.

As panelas mais antigas que são feitas de inox tem por característica a alta concentração de calor, causando a queima dos alimentos quando preparados por cozinheiros não tão experientes – assim como eu! 
Atualmente são utilizados os fundos termodifusores, que espalha o calor da chama por todo o fundo da panela, impedindo que o alimento grude e garantindo que o cozimento seja uniforme.
Além de ser bonita, quando utilizada corretamente a panela de inox não descasca, não escurece e não altera o sabor da comida preparada.

As panelas de alumínio são consideradas as melhores para condução de calor, porém nem sempre são fabricadas com a matéria prima virgem, mas reciclada, o que pode causar danos à saúde humana.
Esse material exige cuidados específicos, como por exemplo não lavar com esponjas de aço a parte interna do produto e utilizar-se sempre de colheres de pau, ao invés das de metal que podem raspar o fundo e liberar partículas que contaminam o alimento.

Nada mais desgastante e estressante que preparar um prato delicioso e depois ter que esfregar a panela para retirar os resíduos que grudaram no fundo. As panelas antiaderentes, com teflon, diminuem a probabilidade de que isso aconteça. Porém, com o tempo de uso a camada de politetrafluoretileno vai se soltando, o que causa danos à saúde. Apesar da praticidade, essas panelas exigem um cuidado apurado para a limpeza e conservação, para que não ocorra riscos e arranhados no fundo e contaminação dos alimentos.

Como muitos dos mitos que crescemos aceitando ser reais, o uso da panela de ferro ser benéfico para a saúde por liberar partículas desse alimento é parcialmente real. A utilização da mesma no dia-a-dia pode causar inclusive intoxicação por ferro!
Além disso, para manter o utensílio sempre em bom estado de conservação, após a lavagem o produto tem de ser bem secas com um pano limpo para que não enferrujem e, depois de frias, untadas levemente com óleo vegetal.

Gostinho de fazenda… Essa é a característica que os adeptos da panela de barro procuram quando escolhem por esse tipo de material. Assim como as outras, o barro é um material que exige cuidados, principalmente na primeira utilização. Esse vídeo mostra como “curar” a panela para o primeiro uso.

 

Quando se fala de preocupação em liberação de partículas que podem ser prejudiciais à saúde,  a única que está completamente isenta é a panela de vidro. Bonitas, consideradas práticas para a visualização do alimento durante o seu cozimento, tem também uma série de problemas. Além da óbvia possibilidade de quebra, no mínimo descuido os alimentos grudam e queimam quando a panela fica muito quente.

Agora é só escolher o material que mais te agrada e bom apetite!

Fontes:
http://estilo.uol.com.br/ultnot/2008/09/08/ult3617u6453.jhtm
http://blog-da-panela.blogspot.com/
 http://basilico.uol.com.br/cozinhar/cozinhar_ut_006.shtml

Porta-controle remoto

Com a quantidade de aparelhos eletrônicos que temos hoje em dia nossa casa vira um verdadeiro festival de controles remoto.
É o controle da TV, do DVD, do ar condicionado, do home theater, rádio…

Para organizar na hora de encontrar o controle que se está procurando e ainda deixar o ambiente mais bonito, existem esses suportes que são super práticos e fáceis de encontrar. Os que estão retratados aqui estão disponíveis na loja online da Americanas.

A Priscila, do blog Um lar é artesã e fez um trabalho lindo no porta controle-remoto dela. Aliás, o blog dela é cheio de lindas ideias de decoração, vale a visita! Nesse post ela mostra como fez. Olha que lindo que ficou:

Casa ou apartamento?

Quando pensamos em moradia, temos que analisar diversos itens para que a escolha seja bem feita. Entre elas segurança, conforto, privacidade, conveniência.
Já tive a oportunidade de morar em casa e em apartamento e, nesse post, vou colocar o que eu penso sobre cada uma dessas formas de moradia.
Vamos lá?

CASA

  Morar em casa é onde você vai ter o máximo de liberdade e privacidade que procura. Ter vizinhos “laterais” te permite andar de salto, ouvir música alto, tocar bateria (né Matheus), fazer churrasco…

 Outra coisa: você pode ter um varal ao ar livre!!! Só quem é dona de casa consegue conceber o quão importante isso é!

 Claro que tem o inconveniente de ter que lavar a área externa da casa – ainda mais no interior de São Paulo, com as famigeradas queimadas de cana que sujam TUDO.

 Além disso, o investimento em segurança tem que ser bem mais alto. Cerca elétrica, portão eletrônico, vídeo porteiro, câmeras de segurança, alarme e seguro da casa, só para começar a se sentir mais tranquilo.

 Outra coisa que a casa ganha do apartamento é a possibilidade de aumentar a construção. Se você tiver um terreno grande – e dinheiro – pode aumentar um cômodo, derrubar paredes e criar uma sala maior, por exemplo.

APARTAMENTO

Nesse caso, temos que considerar duas categorias diferentes. O prédio de apartamentos e o condomínio de prédios. Claro que a maioria dos quesitos são comuns, mas alguns tem suas particularidades.

O PRÉDIO

 Segurança. No cado de prédio único, os porteiros normalmente conhecem os moradores por nome, sabem das particularidades de cada um e isso facilita e muito o andamento do prédio.

 Praticidade. Limpar e manter um apartamento limpo é mais simples que uma casa. Até pelo espaço ser reduzido e ter que ser utilizado com inteligência, fica tudo bem fácil de limpar com um pano e vassoura, sem drama.

 VIZINHOS. No prédio que eu morei era um pesadelo e por isso coloquei em maiúsculo esse item. Meu vizinho de cima tinha um filho de cinco anos e a grande alegria dele era, além de arrastar móveis, brincar com bolinha de gude. Era infernal.

 Liberdade/privacidade. Ouvir música baixo, evitar o uso de salto (pelo menos as pessoas que tem bom senso evitam), quando utilizar-se das áreas comuns respeitar o LIVRO de regras que são impostas pelos síndicos.

CONDOMÍNIO DE PRÉDIOS

Segurança. Na maioria dos prédios você pode contar com um porteiro, que controla a entrada e saída de visitantes e carros. Ao meu ver e pela experiência que eu tive, essa segurança é um tanto abstrata, uma vez que nem sempre os porteiros exigem que o visitante de carro se identifique antes de entrar com o carro nas dependências do condomínio, mas nem todo lugar é igual.

 VIZINHOS. Além dos moradores do seu bloco, tem os moradores dos outros blocos. Crianças gritando na área de lazer e/ou no estacionamento. Moradores que não respeitam o horário/normas da lixeira do prédio. Ignorantes que jogam lixo no chão. CAOS no estacionamento. Só para citar um exemplo, a minha “vizinha de vaga” riscou toda a lateral do meu carro com as portadas que ela dava e, como se não fosse suficiente, derrubou a moto da minha irmã. Excelente motorista.

Pelo que me lembro de momento é isso.
Antes de tomar uma decisão é importante pesar os pós e os contras de tudo, para depois poder usufruir do seu teto em paz!